Sem categoria
1

Globo dedicará mais de 50 horas à cobertura do Carnaval 2017

Conhecido como a maior festa popular do país, o carnaval é a época do ano que mais movimenta o Brasil. Atrai mais de um milhão de turistas, que nesse período percorrem o país, de norte a sul, em busca de diversão. Com uma cobertura à altura da grandiosidade desta festa, a Globo se prepara para […]

Conhecido como a maior festa popular do país, o carnaval é a época do ano que mais movimenta o Brasil. Atrai mais de um milhão de turistas, que nesse período percorrem o país, de norte a sul, em busca de diversão. Com uma cobertura à altura da grandiosidade desta festa, a Globo se prepara para mais de 50 horas de transmissão ao vivo, apenas na TV. Cerca de 2.500 profissionais trabalharão na exibição dos desfiles do Rio de Janeiro e de São Paulo. Na internet a cobertura é ainda maior. Pelo Globo Play, o país inteiro pode assistir, gratuitamente, à transmissão ao vivo das principais festas do Brasil, direto do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Salvador.

Na noite de sexta-feira, dia 24, a cor e a criatividade das escolas do grupo especial de São Paulo ganham a tela da Globo. Chico Pinheiro e Monalisa Perone repetem pelo quarto ano a dobradinha na narração da festa, e pela terceira vez contam com o time de comentaristas formado por Celso Viafora, Ailton Graça e Alemão do Cavaco. “Nosso desafio é manter o tom de conversa dos últimos três anos. A sintonia com os meus parceiros Chico, Ailton, Celso e Alemão ajuda demais a realizar isso”, conta Monalisa Perrone. A apresentadora já visitou as 14 escolas do grupo especial para conversar com os carnavalescos. As visitas renderam anotações em dois blocos, sua leitura obrigatória antes de dormir. A partir do dia 20, ela deixa de apresentar o ‘Hora 1’ para se dedicar ainda mais ao carnaval, estudar e inverter o fuso horário. “Precisamos virar a chave das notícias pesadas do dia a dia para a leveza do carnaval”, complementa a apresentadora. Chico Pinheiro, veterano na cobertura do carnaval pelo país, também deixa a bancada do ‘Bom Dia Brasil’ na próxima segunda-feira para se adaptar ao horário de trabalho invertido. “Participar da transmissão do carnaval é um prazer enorme, uma diversão que vara a madrugada! Nosso time é afinado e bastante entrosado, os comentaristas são especialistas no assunto. Nós dançamos, cantamos, brincamos e tentamos passar isso para quem está em casa”. Na sexta e no sábado da próxima semana, dias 24 e 25 de fevereiro, o país assiste aos desfiles de São Paulo, com exceção do Rio de Janeiro.

Este ano no Rio, Mariana Gross ganha a companhia de Carlos Gil no comando das transmissões das escolas de carnaval da série A, com a parceria dos comentaristas Mumuzinho e Leandro Vieira, carnavalesco campeão pela Mangueira no ano passado. Apaixonado por carnaval, Gil trabalha nessa cobertura há bastante tempo como repórter e ano passado narrou o desfile das escolas campeãs do Rio para o G1. “Nunca passei o carnaval fora do Rio e será primeira vez em 16 anos que eu não vou desfilar”, conta Carlos Gil, que também atuou como narrador nos Jogos Olímpicos Rio 2016. “Narrar os desfiles de carnaval é um desafio e ao mesmo tempo uma realização muito grande”, conta o estreante, responsável ainda por duas séries sobre o tema nos telejornais locais nesta semana que antecede a festa. Foliã declarada, apaixonada por carnaval, Mariana faz questão de trabalhar nessa cobertura em várias funções. Narra pelo quinto ano consecutivo os desfiles da série A carioca, atua como repórter na cobertura da arquibancada popular nos dias de desfile do Grupo Especial e ainda apresenta a apuração do Rio de Janeiro. “Nunca é natural para mim chegar na Sapucaí, é sempre muito emocionante até hoje”, conta a apresentadora.

No domingo e na segunda-feira de Carnaval, dias 26 e 27 de fevereiro, o Brasil todo se une para assistir aos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Este ano, Fátima Bernardes ganha a companhia de Alex Escobar na condução da transmissão. Milton Cunha e Pretinho da Serrinha completam o time, comentando os desfiles. Fátima está animada para a estreia de Escobar e acredita que a parceria será tão bem sucedida quanto a dos últimos anos com Luis Roberto. “São dois profissionais acostumados a lidar com emoção, o que faz muita diferença nessa cobertura. As pessoas envolvidas com carnaval mergulham com muita paixão, e conseguir transmitir um pouco dessa alegria, euforia, dessa vontade de vencer tem muito a ver com eles. Eu e o Alex estamos visitando juntos os barracões. Tenho certeza de que será uma parceria bem bacana, estamos bem empolgados”, conta Fátima. Escobar retribui os elogios, dizendo que é uma honra dividir essa cobertura com Fátima, depois de quatro anos apresentando a série A carioca. “Eu tenho orgulho de estar com a Fátima esse ano, é uma honra e uma alegria muito grandes pra mim”, conta o narrador.

Durante o carnaval, o Jornalismo da Globo conta com o apoio de sua rede de emissoras afiliadas para cobrir as festas mais populares de todo o Brasil, com entradas ao vivo e reportagens especiais, do frevo ao axé, passando pelos blocos de rua.

Pelo Globo Play (www.globoplay.com.br ), o público poderá assistir, gratuitamente e de qualquer lugar do Brasil, à transmissão ao vivo da festa no Rio de Janeiro, em São Paulo, em Recife e em Salvador. Essa é a primeira vez que a Globo terá quatro sinais ao vivo simultâneos transmitidos pela plataforma. Quem perder os desfiles das Escolas de Samba também poderá acompanhar depois. As íntegras das apresentações do Grupo Especial e da série A do Rio, e do Grupo Especial de São Paulo serão disponibilizadas. O público também poderá assistir a trechos dos eventos das duas cidades, além de Salvador e de Recife. A novidade será apresentada, na programação da Globo, por meio de uma campanha em que o destaque é a maneira como o carnaval Globeleza é multicultural e multiplataforma, podendo ser acompanhado em diferentes dispositivos quando e onde as pessoas quiserem.

Carnaval na Programação

Além dos desfiles, muitos programas e telejornais da Globo estarão recheados com esse tema durante os dias de folia. Como já é tradição no ‘Caldeirão do Huck’, o concurso ‘Musa do Carnaval’, em sua 13ª edição, convida o público para um desfile de alegria e bom humor no palco da atração. Sob o comando do apresentador Luciano Huck, a disputa acontece durante dois dias: no primeiro, competem as passistas das escolas de samba de São Paulo. Já no sábado seguinte, dia 25, é a vez das candidatas das agremiações do Rio de Janeiro mostrarem samba no pé para garantir o grande título.

O ‘Como Será?’ começa o sábado de Carnaval no ritmo da festa com o quadro ‘Hoje é dia de… Escola de samba’. O repórter Alexandre Henderson conversa com o carnavalesco da Portela, Paulo Barros, sobre inovação nos desfiles. Em outra reportagem, o público acompanha a rotina de Serginho do Porto, um dos intérpretes da Acadêmicos do Salgueiro, na aula de canto, consulta com a fonoaudióloga e conhece a dieta que ele segue para manter a voz durante os shows. Alexandre Henderson também visita o projeto social que funciona dentro da Beija-Flor. Coordenado por Selminha Sorriso e Rodney – porta-bandeira e mestre de bateria da escola de samba – o projeto forma ritmistas, passistas e mestres-salas e porta-bandeira, sem deixar de lado noções de disciplina, esportes, inclusão e cidadania. À tarde, Angélica entra no ritmo de carnaval durante o ‘Estrelas’. Figura simbólica da festa, Viviane Araújo abre as portas do seu cantinho, no Rio de Janeiro, para a apresentadora, conta histórias vividas e mostra algumas fantasias usadas em desfiles.

Na manhã de domingo, Régis Rösing mostra no ‘Esporte Espetacular’ o treinamento pesado da cantora Ivete Sangalo para enfrentar a maratona de carnaval. Além de subir no trio elétrico, esse ano a baiana ainda vai desfilar na Sapucaí, já que é enredo da Grande Rio. No ‘Domingão do Faustão’, o ‘Ding Dong’ será temático de carnaval: todos os artistas escondidos atrás da porta vão cantar músicas que são sucesso na festa mais popular do país. À noite, o ‘Fantástico’, que entra no ar um pouco mais cedo por conta dos desfiles, apresenta Leandro Castro, o artista por trás dos bonecos gigantes do carnaval do Recife, que esse ano criou quatro bonecos sertanejos em homenagem a Zezé di Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó. Com um quizz, o programa vai desafiar o público a descobrir como surgiram os curiosos nomes das agremiações do Rio e de São Paulo.

Cobertura da festa em São Paulo

Desde dezembro, as equipes da Globo em São Paulo vêm fazendo a cobertura do carnaval na cidade, mostrando a preparação dos blocos e também das escolas de samba. Com o crescimento do carnaval de rua na capital, os telejornais locais têm mais espaço para essa manifestação em suas coberturas, envolvendo os ensaios, trazendo a história de alguns blocos e, claro, acompanhando o que estará acontecendo pela cidade durante seus cortejos. Quanto às escolas de samba, o ‘Bom Dia SP’ e o ‘SPTV 2ª edição’ ganharam especiais sobre personagens das escolas, os sambas-enredo e as novidades do carnaval 2017. Além disso, a tradicional roda de samba, promovida aos sábados no ‘SPTV 1ª edição’, também está presente neste ano. Até a semana do carnaval, serão mais de 100 matérias sobre o assunto em nossos telejornais, sob o comando de Marcio Canuto, Sabina Simonato e André Azeredo. No desfile das escolas de samba do grupo especial, nos dias 24 e 25, cerca de 650 profissionais da Globo estarão no Sambódromo do Anhembi para levar todos os detalhes ao público que confere de casa a essa grande festa popular. Vinte e cinco repórteres trabalham na cobertura e 30 câmeras serão usadas pelo jornalismo e pela transmissão dos desfiles.

Cobertura no Rio de Janeiro

No Rio, o ‘RJTV 1ª edição’ criou esse ano a escola de samba do telejornal, batizada de “Acadêmicos do RJ”. Em dezembro, a apresentadora Mariana Gross e o carnavalesco Milton Cunha reuniram um time de craques do Carnaval, que rodou o Grande Rio em um ônibus personalizado em busca de pessoas que têm habilidade para atuar como mestre-sala e porta-bandeira, ritmista, intérprete, baiana, rainha de bateria e passista masculino. Os interessados que não encontraram os ‘jurados’ pelas ruas também puderam enviar seus vídeos pela internet. A comissão é formada por oito pessoas com grande experiência no Carnaval do Rio de Janeiro: a porta-bandeira Lucinha Nobre, o mestre-sala Jerônimo, o mestre de bateria Tiago Diogo, o intérprete Ito Melodia, a baiana Tia Nilda, a rainha de bateria Evelyn Bastos, o gari e passista Renato Sorriso e a drag queen Samile Cunha. Os eleitos serão conhecidos neste sábado, dia 18, quando a “Acadêmicos do RJ” desfilará no Sambódromo do Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo pelo ‘RJ TV 2ª edição’.

Na semana que antecede o carnaval, duas novas séries serão vistas nos telejornais locais. Em ‘Papo de Samba’, Carlos Gil reúne em um bar craques das escolas de samba da série A, cujas histórias se interlaçam com as histórias das suas escolas. A série terá cinco episódios, que vão ao ar do dia 20 ao dia  24. No ‘Globo Esporte’ do Rio de Janeiro, Gil reúne celebridades da música para compor e interpretar sambas para seus clubes do coração. Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense estarão representados por Xande de Pilares, Sérgio Loroza, Leo Russo, Noca da Portela e Celso Lopes. No ‘Bom Dia Rio’, o repórter Diego Aydar segue desvendando os segredos das escolas da série A. Mostra a criatividade e o jogo de cintura que elas precisam ter para viabilizar os desfiles.

 

Compartilhar:
  • mail

Escrito por Redação MeDiz

There is 1 comment

  • Ernestina disse:

    Nossa massa demais o artigo, recomendo muito.
    curti muito bem feito e facil de entender, valeu

  • Leave a comment

    Want to express your opinion?
    Leave a reply!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *